Next money vem aí, de novo

A conferência internacional Next Money, evento que acontece nos principais polos de inovação para mercado financeiro do mundo, acontece no dia 9 de novembro no auditório da Telefônica em São Paulo, com apoio do Governo Suíço.

Continuar lendo “Next money vem aí, de novo”

Anúncios

NuConta – prós e contras

A conta corrente virtual do Nubank, anunciada no dia 24 de outubro, ainda está em fase piloto. Assim como o cartão de crédito da plataforma, não cobra taxas dos clientes. Também promete pagar taxas mais altas para investimentos. Mas tem desvantagens. A principal delas é ser apenas virtual – ou seja, sem cartão para movimentá-la, o cliente nunca vai colocar literalmente a mão no seu dinheiro.

Continuar lendo “NuConta – prós e contras”

Robôs invadem os bancos

Não! Não se trata de uma revolta das máquinas. Pelo menos. não ainda…

O atendimento feito por robôs – conhecido como inteligência artificial (AI) ou computação cognitiva – vem sendo adotado por bancos brasileiros como Banco do Brasil e Bradesco para baratear custos com call centers, dar mais autonomia aos clientes e ajudar os gerentes.

Continuar lendo “Robôs invadem os bancos”

É banco ou empresa de tecnologia?

Quando você pensa em empresas de tecnologia, o Goldman Sachs vem à mente? Provavelmente não, mas sob o comando de Lloyd Blankfein, o Goldman tornou-se um dos principais investidores em fintechs do mundo e até mesmo lançou sua própria plataforma de empréstimo a consumidores.

Continuar lendo “É banco ou empresa de tecnologia?”

Nova moeda digital vem aí em 2018

Seis bancos grandes e globais uniram forças para criar uma nova moeda virtual, informa o Financial Times: Barclays, Credit Suisse, HSBC, Canadian Imperial Bank of Commerce, MUFG e State Street.  A nova moeda, nos moldes da bitcoin, deve ser lançada no final do ano que vem, para liquidar transações financeiras pela tecnologia blockchain.

Continuar lendo “Nova moeda digital vem aí em 2018”

Muito além das fintechs

O Banco Mundial, em parceria com a Deloitte,  acaba de divulgar o relatório “Beyond Fintech: A Pragmatic Assessment of Disruptive Potential in Financial Services

O relatório, o terceiro de uma série sobre o assunto, iniciada em 2014, concluiu que as fintechs mudaram como os serviços financeiros são estruturados, provisionados e consumidos, mas não conseguiram se estabelecer como players dominantes.

Continuar lendo “Muito além das fintechs”

CVM regulamenta crowdfunding

“O crowdfunding de investimento é uma alternativa inovadora para o financiamento de empreendedores. A CVM considera que a segurança jurídica trazida pela nova norma pode alavancar a criação de novos negócios de sucesso no país, permitindo a captação de recursos de modo ágil, simplificado e com amplo alcance a investidores por meio do uso da internet”, comentou Leonardo Pereira, presidente da CVM.

Continuar lendo “CVM regulamenta crowdfunding”

Antecipação de recebíveis ao alcance da mão

Em momentos como o atual, de crise econômica, crédito escasso e caro, muitas pequenas empresas recorrem a antecipação de recebíveis (duplicatas e cheques pre-datados, por exemplo) para se capitalizar. Atenta a esta oportunidade, a fintech Quartilho acaba de lançar uma solução a alcance da mão: um ambiente de negócios que pode ser acessado pela internet, que conecta quem tem e quem quer “comprar” esses recebíveis.

Continuar lendo “Antecipação de recebíveis ao alcance da mão”

O Uber não está com essa bola toda…

Seria o Uber um exemplo de inovação disruptiva? Afinal, o que é inovação disruptiva?

Clayton Christensen, professor da Harvard Business School e autor do conceito introduzido por seu artigo “Disruptive Tehonolgies – catching the wave” em 1995, publicou, 20 anos depois, um artigo para esclarecer essa questão definitivamente. E, segundo ele, acreditem: o Uber não é tão inovador assim.

Continuar lendo “O Uber não está com essa bola toda…”

“Brasil é faminto por tecnologia”

Um dos palestrantes do Ciab deste ano, Oscar Salazar, cofundador do Uber, disse ontem que  o Brasil tem pessoas “famintas por tecnologia”. O executivo, que atualmente agora se dedica a projetos voltados a machine learning, afirma que o Brasil é um dos mercados mais preparados e com alto potencial de penetração para inovações tecnológicas. 

Continuar lendo ““Brasil é faminto por tecnologia””

%d blogueiros gostam disto: